Espaço pode ajudar a superar a intolerância e recosturar o tecido da nação Artigo publicado no site da Folha de S. Paulo (link abaixo) Inês Virgínia Prado SoaresDoutora em direito, é desembargadora no TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) Márcio Seligmann-SilvaTradutor, é professor titular de teoria literária na Unicamp No rescaldo do 8 de janeiro, o anúncio da...

    Os atos criminosos praticados na Praça dos Três Poderes em Brasília, no dia 8 de janeiro, representam a face mais explícita de um longo processo de ataque e erosão a que vem sendo submetida a democracia brasileira. A esta altura, não há mais espaço para, de boa-fé, negar-se o esgarçamento dos valores centrais protegidos pela Constituição federal de 1988. Nesse contexto sombrio, o...

    Lei Padre Júlio Lancellotti combate higienismo atroz na política urban   A poucos dias para o fim do mandato, o presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou projeto conhecido como Lei Padre Júlio Lancellotti, que proíbe a instalação de materiais e estruturas ou a construção de intervenções urbanas que dificultem a presença de pessoas em situação de...

    Crime não é lenda urbana nem ficção, e toda a sociedade tem de se envolver no seu combate Por Julia de Albuquerque Barreto e Inês VirgÍnIa P. Soares* Artigo publicado originalmente em: https://oglobo.globo.com/opiniao/artigos/coluna/2022/07/trafico-humano-e-escravidao-moderna.ghtml  Fila de imigrantes na fronteira entre o México e os EUA: busca...

    Artigo originalmente publicado pelo Estadão, escrito pelo juiz federal *Tarcísio Corrêa Monte.   "Até as coisas mais santas não estão ao abrigo da corrupção dos homens; e vemos patifes que todos os dias abusam da fé e a fazem maldosamente servir aos maiores crimes”. Não! Isso não é um comentário de rua, acerca dos pastores no MEC tratando de recebimento de propina em ouro!...

    Artigo publicado no jornal O Globo: https://blogs.oglobo.globo.com/opiniao/post/populacao-lgbtqia-tem-de-ser-incluida-no-censo.html Por Inês Virgínia P. Soares* e Renan Quinalha** No início de junho, celebrado internacionalmente como o Mês do Orgulho LGBTQIA+, o Judiciário brasileiro deu um passo fundamental para o combate à discriminação por orientação sexual e identidade...

    Ao adiar marco temporal, Supremo põe emergência em compasso de espera 6.jun.2022 às 21h00 Publicado em: https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2022/06/na-contramao-do-genocidio-indigena.shtmlManuela Carneiro da Cunha - AntropólogaInês Virginia P. Soares - Desembargadora federalJulio José Araujo Junior - Procurador da República O mês de junho começou com uma desanimadora notícia...

    O desembargador federal Edilson Pereira Nobre Júnior, presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), assina a crônica “Sexta-feira de Carnaval”, texto que narra o dia do personagem Antônio João em São Paulo. Além de magistrado, Edilson é professor e recentemente foi eleito membro da Academia Rio-Grandense de Letras. Leia a crônica: SEXTA-FEIRA DE CARNAVAL Tudo...

    Elza Soares lutou até o fim contra padrões de aparência que ainda oprimem as mulheres Códigos machistas de vestimenta dão mais atenção ao modo de vestir das mulheres que ao seu talento ou personalidade Artigo escrito pela desembargadora federal do TRF3, Inês Virgínia, e pela procuradora do município do Rio de Janeiro, Arícia Fernandes Correia, para a Folha de S. Paulo.

    Artigo escrito pelo desembargador federal do TRF2, William Douglas, para o portal de notícias jurídicas Juri News. Está em tramitação o Projeto de Lei nº 4.491/2021, que prorroga os efeitos da Lei nº 13.876, que determinou ao Executivo Federal destinar aos tribunais a verba necessária para que arquem com as despesas referentes a perícias judiciais de segurados do INSS. Os juizados...

    Página 1 de 14

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?

    Ajufe.org

    A Ajufe utiliza cookies com funções técnicas específicas.

    Nós armazenamos, temporariamente, dados para melhorar a sua experiência de navegação. Nenhuma informação pessoal é armazenada ou capturada de forma definitiva pela Ajufe. Você pode decidir se deseja permitir os cookies ou não, mas é necessário frisar que ao rejeitá-los, o visitante poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do Portal Ajufe. Enfatiza-se, ainda, que em nenhum momento cria-se qualquer tipo de identificador individual dos usuários do site. Para demandas relacionadas a Tratamento de Dados pela Ajufe, entre em contato com privacidade@ajufe.org.br.