FONAJEF

    Fórum Nacional dos Juizados Especiais Federais

    Brasília (DF) - Dezembro de 2021 

    Carta de Brasília, 1º de dezembro de 2021

    As magistradas e magistrados federais reunidos presencial e virtualmente em Brasília, por ocasião do XVIII FONAJEF, celebram os 20 anos da Lei 10259 de 2001, que instituiu os Juizados Especiais Federais e discutem, ainda, os efeitos e desafios da pandemia pela Covid-19 na vida da população e no exercício da jurisdição.

    A conformação legislativa  dos Juizados Especiais Federais é resultado de elaboração conjunta do Judiciário e do Execu­tivo, com importante atuação da Associação dos Juízes Fe­derais do Brasil (Ajufe).

    Com os JEFs, a Justiça Federal se aproximou da população mais vulnerável, destacando-se na concessão de benefícios previdenciários e assistenciais, significando uma Justiça social, célere e cidadã, com importante papel na distribuição de renda e redução de desigualdades estruturais.

    Na sua 18ª. edição, o FONAJEF reverenciou o passado dos Juizados Especiais Federais, homenageando os magistrados e magistradas que tiveram importante papel na sua construção bem como relembrou os desafios para sua implantação. Outrossim, foram relembrados julgamentos emblemáticos bem como o reflexo de seus precedentes na construção da jurisprudência nacional, em questões relativas à LOAS, benefícios previdenciários, valoração da prova, dentre outras.

    Em reflexão sobre o presente, ainda permeado pela pandemia da COVID-19 e em um restritivo cenário orçamentário, discutiu-se temas que afetam o gerenciamento dos juizados, dentre os quais as perícias judiciais, a reforma da previdência promovida pela EC 103/2019, o direito a saúde e a concepção de deficiência para fins de percepção de benefício assistencial, bem como desestruturação do serviço público, em especial da Previdência Social, que impacta diretamente na litigância excessiva e, eventualmente, predatória.

    O XVIII FONAJEF também mirou no futuro dos Juizados e da Justiça Federal, com debates sobre novas formas de trabalho, com a utilização de ferramentas virtuais, do adequado tratamento das demandas em massa, além da apresentação do Protocolo do CNJ e da cartilha elaborada pela comissão Ajufe Mulheres de julgamento com perspectiva de gênero em Direito Previdenciário.  

    Nesta edição histórica do FONAJEF, a Ajufe celebra a transformação social promovida pelos Juizados Especiais Federais, sua história e seu relevante papel na ampliação do acesso a justiça a toda a população brasileira, homenageando as magistradas e magistrados federais que contribuíram e contribuem ativamente na construção de um Poder Judiciário humano, solidário e comprometido com a redução de desigualdades e discriminações. 

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?

    Ajufe.org

    A Ajufe utiliza cookies com funções técnicas específicas.

    Nós armazenamos, temporariamente, dados para melhorar a sua experiência de navegação. Nenhuma informação pessoal é armazenada ou capturada de forma definitiva pela Ajufe. Você pode decidir se deseja permitir os cookies ou não, mas é necessário frisar que ao rejeitá-los, o visitante poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do Portal Ajufe. Enfatiza-se, ainda, que em nenhum momento cria-se qualquer tipo de identificador individual dos usuários do site. Para demandas relacionadas a Tratamento de Dados pela Ajufe, entre em contato com privacidade@ajufe.org.br.