Associados participam de obra organizada pelo ministro Mauro Campbell

    Os juízes federais e associados da Ajufe Carla Bonfadini, Frederico Koehler, Márcio Sá Araújo, Newton Ramos e Ricardo Levy participam da obra “Improbidade Administrativa: aspectos materiais e processuais da Lei n. 14.230, de 25 de outubro de 2021”, publicada pela Editora Thoth de Londrina/PR. A publicação tem coordenação dos professores e advogados públicos Daniel Octávio Silva Marinho e Marco Aurélio Ventura Peixoto e foi organizada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça, Mauro Campbell.

    O livro reúne seleto grupo de acadêmicos e pesquisadores dotados de especial qualificação profissional na Lei de Improbidade Administrativa — LIA. A Lei n. 8.429/1992, instrumento normativo de controle de atos ímprobos praticados contra a Administração Pública, presentes no § 4º do art. 37 da Constituição Federal, esteve em vigor por quase três décadas, recebendo significativas alterações pela Lei n. 14.230/2021. 

    No prefácio o ministro Mauro Campbell destaca que a obra “apresenta visões teóricas e práticas, permeadas por doutrinadores de excelência e balizados pela jurisprudência dos tribunais, reunindo todas as condições para a acolhida da comunidade jurídica em seus estudos sobre as principais mudanças introduzidas pela Lei n. 14.230/2021”.        

    Saiba mais em: https://editorathoth.com.br/produto/improbidade-administrativa-aspectos-materiais-e-processuais-da-lei-no-14230-de-25-de-outubro-de-2021/676

    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?

    Ajufe.org

    A Ajufe utiliza cookies com funções técnicas específicas.

    Nós armazenamos, temporariamente, dados para melhorar a sua experiência de navegação. Nenhuma informação pessoal é armazenada ou capturada de forma definitiva pela Ajufe. Você pode decidir se deseja permitir os cookies ou não, mas é necessário frisar que ao rejeitá-los, o visitante poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do Portal Ajufe. Enfatiza-se, ainda, que em nenhum momento cria-se qualquer tipo de identificador individual dos usuários do site. Para demandas relacionadas a Tratamento de Dados pela Ajufe, entre em contato com privacidade@ajufe.org.br.