RESULTADO DO I PRÊMIO EQUIDADE DE GÊNERO NO SISTEMA DE JUSTIÇA

    O Presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil - AJUFE leva ao conhecimento de todos o resultado do “I PRÊMIO EQUIDADE DE GÊNERO NO SISTEMA DE JUSTIÇA”, destinado a selecionar casos de sucesso e premiar práticas institucionais bem-sucedidas em matéria de equidade de gênero no sistema de justiça e demais instituições públicas.

    CATEGORIA I: PODER JUDICIÁRIO BRASILEIRO

    1º LUGAR:
    Título da Prática: Programa de Participação Institucional Feminina do Superior Tribunal de Justiça-Equilibra

    Descrição: O Programa de Participação Institucional Feminina do Superior Tribunal de Justiça-Equilibra foi fruto do trabalho de grupo de estudo instituído por meio da Portaria STJ/GP n.352 de 20 de novembro de 2018, que tinha como objetivo realizar estudo de medidas a assegurar a participação institucional feminina, tendo como referência inicial a Resolução n. 255 de 4 de setembro de 2018 do Conselho Nacional de Justiça.

    Autor: Ministro João Otávio de Noronha

    Nº de inscrição: 20190034

    MENÇÕES HONROSAS:

    1) Título da Prática: Reconstruindo Caminhos

    Autores: Claudia Maria Dadico, Diretora do Foro da Seção Judiciária de Santa Catarina; Leandro Antonio Soares Lima, Secretário de Justiça e Cidadania do Estado de Santa Catarina; e Odinei José Kalkmann, Diretor do Núcleo de Documentação da Justiça Federal - Seção Judiciária de Santa Catarina.

    Nº de inscrição: 20190030

     

    2) Título da Prática: Curso semipresencial de formação continuada: Encarceramento Feminino Visto de Perto: Gênero, Maternidade e Prisões de Estrangeiras.

    Autoras: Renata Andrade Lotufo, Juíza Federal Titular da 4ª Vara Federal Criminal de São Paulo; Natália Luchini, Juíza Federal Substituta da 1ª Vara Federal de Guarulhos/SP

    Nº de inscrição: 20190031

     

    3)Título da Prática: Mulheres na Magistratura

    Autoras: Therezinha Astolphi Cazerta, Desembargadora Federal Presidente do TRF3; Inês Virgínia Prado Soares, Desembargadora Federal / Doutora em Direito; Sylvia Marlene de Castro Figueiredo, Juíza Federal / Doutora em Direito; Louise Vilela Leite Filgueiras Borer, Juíza Federal / Mestre em Direito; Leila Paiva Morrison, Juíza Federal.

    Nº de inscrição: 20190036


    CATEGORIA II: SISTEMA DE JUSTIÇA

    1º LUGAR:
    Título da Prática: Movimento Nacional De Mulheres Do Ministério Público

    Descrição: Colegiado de 490 Promotoras e Procuradoras com atuação em todos os ramos do Ministério Público brasileiro, com o objetivo de discutir e superar índices de desigualdade de gênero na Instituição.

    Autoras: Maria Gabriela Prado Manssur (Promotora de Justiça do Grupo Especial de Enfrentamento à Violência do Ministério Público do Estado de São Paulo); Mariana Seifert Bazzo (Promotora de Justiça na Área da Infância e Juventude do Ministério Público do Estado do Paraná)

    Nº de inscrição: 20190015

    MENÇÃO HONROSA:

    Título da Prática: Grupo de Estudos Interinstitucional sobre Igualdade de Gênero no Poder Judiciário e Ministério Público, no âmbito do Estado do Paraná.

    Autores: Ministério Público do Estado do Paraná; Ministério Público do Trabalho – Procuradoria Regional do Trabalho da 9ª Região; Ministério Público Federal – Procuradoria da República no Paraná; Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região; Tribunal de Justiça do Estado do Paraná; Justiça Federal – Seção Judiciária do Paraná; Associação dos Magistrados do Trabalho da 9ª Região; Associação dos Magistrados do Paraná; Associação dos Juízes Federais do Paraná; Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho; Associação Paranaense do Ministério Público.

    Nº de inscrição: 20190007

     

    CATEGORIA III: INSTITUIÇÕES PÚBLICAS EM GERAL

    1º LUGAR:
    Título da Prática: A igualdade de gênero no SENAI Pernambuco: elo de propagação da força de mulheres empreendedoras em Santa Cruz do Capibaribe

    Descrição: Fruto de um conjunto de abordagens sobre as particularidades do mundo do trabalho, essa prática institucional procurou investigar os princípios que caracterizam a cidade de Santa Cruz do Capibaribe como um território da confecção, cujo foco concentra-se em ressaltar sua história, economia e a relação dos seus protagonistas, costureiras, com o empreendedorismo regional.

    Autor: Adelmo Teotônio da Silva – Bibliotecário do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI Pernambuco - Santa Cruz do Capibaribe.

    Nº de inscrição: 20190013

    MENÇÃO HONROSA:

    Título da Prática: Prática Jurídica em Direitos da Seguridade Social

    Autora: Prática Jurídica da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

    Nº de inscrição: 20190027

    Tags:
    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org