AJUFEMG e AJUFE pedem esclarecimentos à Rádio CBN após ataques à Justiça Federal

    A Associação dos Juízes Federais de Minas Gerais – AJUFEMG, entidade de classe representativa dos juízes federais de Minas Gerais, e a Associação dos Juízes Federais do Brasil – AJUFE, entidade de classe que representa mais de dois mil magistrados federais de todo o país, apresentaram pedido de providências à Rádio CBN após ataques à Justiça Federal.

    Na sexta-feira passada, a coluna “CBN Tecnologia”, com a jornalista Bia Kunze e o âncora Roberto Nonato, debateu o papel dos serviços de telecomunicações na localização de prováveis sobreviventes na tragédia de Brumadinho, a partir da localização dos celulares por meio da triangulação dos sinais emitidos para as torres.

    Durante a coluna, a jornalista Bia Kunze indicou que a Justiça Federal determinou, no mesmo dia em que foi requerido pela Advocacia Geral da União, que as operadoras fornecessem aos socorristas essa localização. Posteriormente, ela afirmou “que a demora para se obter esses dados foi impressionante, tendo demorado mais de 72 horas”, porque é necessário uma autorização judicial e “os juízes não analisaram a questão no final de semana, mesmo tendo um plantonista à disposição, e somente na segunda feira saiu a decisão favorável”. Continuou a jornalista: “houve uma demora que não dá para acreditar, que poderia ter sido utilizado para salvar muitas vidas”.

    "A pedido da AGU, a Justiça Federal determinou que as operadoras de telefonia transmitissem dados das pessoas desaparecidas para os socorristas em Brumadinho (MG). O problema é que a decisão judicial só saiu 72 horas após o pedido", finalizou Bia Kunze. 

    A afirmação da jornalista e a notícia do site da Rádio CBN, no entanto, não correspondem à verdade. Conforme documentos comprobatórios, a Advocacia Geral da União (AGU) entrou em contato com o plantão da Justiça Federal de Minas Gerais por volta do meio dia do sábado (26), dizendo que tinha uma demanda urgente e que a petição estava sendo elaborada em Brasília. O pedido foi apresentado ao plantão da Justiça Federal às 15h15. Às 16h30, ou seja, exatamente 01h15 minutos depois, o juiz federal de Plantão proferiu a sua decisão. Imediatamente, foram intimadas todas as partes envolvidas e praticados todos os atos necessários para o cumprimento da decisão.

    Diante disso, a AJUFEMG e a AJUFE requerem a retificação da matéria no site da CBN, publicação dos requerimentos com direito de resposta e retificação na coluna "CBN Tecnologia e esclarecimentos da jornalista Bia Kunze nas redes sociais, após ofensas à Justiça Federal.

    Veja a íntegra do pedido: www.ajufe.org.br/images/pdf/CBN_-_DECISAO_EM_PLANTAO.pdf

    Tags:
    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org