Desculpas não bastam

    Corporações devem combater o racismo e a desigualdade de forma efetiva

    Artigo escrito à Folha de S. Paulo
    Autoras: Danielle Anne Pamplona; Inês Virginia P. Soares; Melina Girardi Fachin

    Disparados pela polícia os sete tiros à queima-roupa em Jacob Blake, um homem negro, fez sangrar novamente a ferida já aberta do racismo e da desigualdade, provocando nova onda de protestos nos Estados Unidos e em diversas partes do mundo - assim como ocorreu após o assassinato de George Floyd, por policiais, em março deste ano. 

    As manifestações contra a desigualdade racial passaram a discutir, inclusive, a cooperação de empresas e personalidades com a colonização e a exploração de pessoas escravizadas. Na Inglaterra, após a Universidade College London (UCL) divuglar o passado de violação aos direitos do povo negro, a cervejaria Greene King, a seguradora Lloyd's e outras instituições publicaram notas repudiando suas respectivas condutas violadoras, com pedidos de desculpas e informações sobre adoção de reparações. 

    Leia a íntegra em:
    https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2020/09/desculpas-nao-bastam.shtml?pwgt=1bsjptl5ptejh2mmzgbxr7mt6svkt1lbzlozktewmyavdbeq&utm_source=whatsapp&utm_medium=social&utm_campaign=compwagift 

    Tags:
    Dúvidas, sugestões ou mais informações?

    Fale Conosco

    Dúvidas, sugestões ou mais informações? Entre em contato com a Ajufe. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados.

    Os campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.
    4 + 3 = ?
    © Ajufe - Associação dos Juízes Federais do Brasil - Todos os direitos reservados.

    Ajufe.org